Página Principal  / Notícias para Motoristas  / Sindicato desqualifica denúncias sobre pressão e antecipa fim dos trabalhos da CPI

Notícias para Motoristas

ver todas
Sindicato desqualifica denúncias sobre pressão e antecipa fim dos trabalhos da CPI

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o Contrato de Radares em Campinas, o presidente do Sindiviários, Reno Ale, foi taxativo ao afirmar que não houve nenhuma denúncia formal sobre suposta pressão para que os agentes da Mobilidade Urbana da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) aumentassem o número de autuações de trânsito em Campinas.

Reno relatou aos vereadores que, em conversa informal com dois agentes da EMDEC, em fevereiro desse ano, eles mencionaram suposto assédio moral, porque um supervisor estaria anotando a quantidade de multas aplicadas pelos agentes.

O presidente do sindicato da categoria realizou uma reunião com vários agentes, na qual não foi verificada nenhuma manifestação sobre esse tipo de procedimento. Reno orientou aos dois agentes reclamantes que, caso realmente tivessem certeza do fato, procurassem o departamento jurídico do sindicato para orientações ou encaminhamento da denúncia ao Ministério Público. “No entanto, nenhuma denúncia foi formalizada; tampouco nenhum outro agente da EMDEC procurou o sindicato para realizar a mesma reclamação”.

Reno atribui as denúncias veiculadas pela imprensa como um momento de insatisfação do funcionário; ou, o que seria pior, “o atual momento político da cidade”. “É preciso deixar bem claro que estamos num momento político conturbado, em que muitos têm interesses. O sindicato respeita todas as posições políticas, mas é apartidário, defende os interesses dos trabalhadores e não vai compactuar com o uso dos agentes como massa de manobra”, afirmou à Comissão.

Questionado pelo presidente da CPI, vereador Rafa Zimbaldi, se desqualificava as denúncias, foi categórico: “desqualifico”, respondeu o presidente do sindicato.  Ainda, citou que a atual gestão, em toda a história da EMDEC, é a que mais dialoga e respeita as reivindicações da categoria.

Reno Ale é presidente do Sindiviários há um ano e quatro meses. O sindicato possui representação em todo o estado; e tem sede em São Paulo. Em Campinas, são três diretores e quatro delegados sindicais. O presidente declarou que dos cerca de 780 colaboradores da EMDEC, 550 são filiados ao Sindiviários.

Na última segunda-feira, 1º, uma comissão de agentes da Mobilidade Urbana da EMDEC já havia entregado aos membros da CPI dos Radares um abaixo-assinado com quase 200 assinaturas de agentes, encarregados e supervisores, onde a categoria desmentia e rechaçava qualquer tipo de pressão, nesta e em outras gestões, para ampliar o número de multas, no município.

No abaixo-assinado, os agentes ainda pediam o direito de defesa junto à CPI e à imprensa, pois consideram que as matérias veiculadas mancham a imagem da categoria.

A desqualificação das denúncias pelo presidente do Sindiviários antecipou o fim dos trabalhos da Comissão. Sem mais perguntas com o principal foco das investigações desconstruído, o presidente da CPI, Rafa Zimbaldi, encerrou os trabalhos desta quarta-feira, dia 3 de agosto. Até mesmo o secretário de Transportes e presidente da EMDEC, Sérgio Torrecillas, que seria o último depoente, não precisou ser ouvido. Os trabalhos da Comissão foram encerrados por volta das 12h45.

Defesa da vida
Durante o depoimento à CPI dos Radares, que durou cerca de 20 minutos, o presidente do Sindiviários, Reno Ale, também destacou o papel do agente da Mobilidade Urbana em defesa da vida. “Os agentes promovem qualidade aos deslocamentos e segurança à população”, declarou.

Esta é a mesma posição do diretor de Operações da EMDEC, João Carlos Fagundes, que também prestou depoimento à CPI nesta quarta-feira, 3. Em sua explanação, Fagundes destacou o olhar atento dos agentes para o trânsito e o transporte, no município.

O diretor de Operações também deixou claro que “nunca recebeu nenhum tipo de denúncia sobre pressão para aumento nas autuações dos agentes; e, tampouco, teve orientações de superiores desta natureza”.

 


Fotos



Serviços


EMDEC - Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas S/A - CNPJ 44.602.720/0001-00
Rua Dr. Salles Oliveira, 1.028, Vila Industrial, CEP 13035-270 - Campinas-SP
Fale Conosco Emdec 118


© Copyright. Melhor visualizado em 1024x768. Site homologado para navegadores: IE10, Chrome30, Firefox30 e superiores.
Interagi Tecnologia